Mais de 2500 estabelecimentos comerciais aceitam DASH como forma de pagamento na Venezuela

By | agosto 16, 2019

Mais de 2500 estabelecimentos comerciais aceitam DASH como forma de pagamento na Venezuela

Cresce o número de estabelecimento comercial na Venezuela que aceita criptomoeda e a mais usadas é a DASH. Hoje mais de 2500 lojas comerciais estão aceitando a criptomoeda DASH como forma de pagamento. Um dos maiores entusiastas e Youtuber do País esteve conversando comigo, segundo ele o uso do DASH como forma de pagamento está cada vez maior. Veja a conversa:

Luis Elvis produz vídeos para o Youtube mostrando as formas de pagamentos que estão surgindo na Venezuela. Sabemos atualmente que o País vem passando por uma crise econômica sem precedentes devido as sanções dos Estados Unidos. Mas as criptomoedas estão fazendo um papel fundamental para mudar o quadro econômico do País.

Criptomoeda El Petro

Em um vídeo postado no Youtube por Luis Elvis ele mostra realizando um pagamento feito com a criptomoeda estatal El Petro criado pelo Nicolas Maduro. Veja o vídeo:

Aqui no Brasil, Rodrigo, do canal Dash Dinheiro Digital, fez um documentário mostrando o crescimento da criptomoeda DASH no Venezuela. O Documentário foi postado no Youtube em Agosto de 2018 e depois de um ano o crescimento da Criptomoeda no País vem aumentando de forma incrível. Será a Venezuela o Primeiro País a adotar uma criptomoeda e se livrar de vez do Papel moeda? Pode a Venezuela se tornar uma grande potencia mundial sendo o primeiro país a adotar uma criptomoeda? Essas questões só o futuro responderá.

Assista ao Documentário de Rodrigo Dash Digital:

Crescimento das criptomoeda na Venezuela

No site da Coin Dance é possível ver o crescimento das criptomoedas na Venezuela. O site mostra o Volume negociado na semana. Veja na imagem abaixo, onde cada barra representa uma semana. Perceba um crescimento impressionante. O Volume negociado no Local Bitcoin é o maior comparado a qualquer outro país.

Sucesso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *